Fale pelo WhatsApp!

Oncologia

Aba 1

Doenças e Tratamentos
Oncologia

É a especialidade médica que estuda formas de prevenção, diagnóstico e tratamento de neoplasias malignas (câncer). Pode também ser denominada de cancerologia. Segundo a associação médica brasileira esta especialidade se subdivide em:

  • Oncologica cirúrgica ou cirurgia oncológica (tratamento local com cirurgia);
  • Oncologia clínica (tratamento sistêmico com quimioterapia, hormonioterapia ou terapia biológica) e radioterapia (tratamento local com radiação).

Dependendo do tipo de câncer e do estágio de apresentação da doença, o tratamento poderá ser com uma das especialidades, ou com a combinação de duas ou das três.

O que é Câncer?

O que é Câncer?

Câncer é uma doença celular, ou seja, ocorre ao nível celular. Uma célula cancerígena surge quando há perda do controle da multiplicação: ao invés de reproduzir-se em duas células filhas com as características da célula mãe, se divide constantemente sem controle, perdendo a função inerente aquele tipo de tecido no qual a célula faz parte. Câncer é sempre uma doença maligna. Essa denominação deve-se ao fato de que a doença possui capacidade de enviar metástases (célula ou conjunto de células tumorais da lesão primária para órgãos à distância). O câncer pode ser sólido (tumor maligno), ou não-sólido como é o caso da leucemia. Existem tumores que possuem linhagem celular benigna (sem capacidade de enviar metástases, são delimitados e de crescimento limitado), e não devem ser denominados como "câncer benigno" somente como "tumor benigno".

A partir desses conceitos, é possível entender que o tratamento do câncer (tumor maligno) é diferente do tratamento do tumor benigno. No caso do câncer existem dois tratamentos “locais” da lesão que seriam a cirurgia (cirurgia oncológica) e a radioterapia.

Para o tratamento sistêmico, isto é, de todo o organismo do paciente existem quimioterapia, a hormonioterapia e mais recentemente a modalidade da imunoterapia (imuno-oncologia).

Todas as modalidades podem ser usadas de forma isolada ou combinadas, dependendo do tipo da lesão ou do grau de comprometimento.

Considerando todos os tipos de cânceres, hoje é possível cura em 60% dos casos, se diagnosticados precocemente.

Como prevenir

Como prevenir

O corpo humano é mantido em equilíbrio de suas funções graças a complexos mecanismos compostos por substâncias químicas (hormônios, enzimas, etc), células, órgãos e sistemas. Um desses sistemas é o imunológico que se mantém ativo isolando e destruindo bactérias, fungos e vírus que entram em contato a todo segundo em diferentes partes do organismo. Outra função do sistema imunológico é vigiar e destruir alguma célula que se multiplicou de forma errônea podendo ter originado uma célula cancerígena. A todo o momento, estamos produzindo células malignas em diferentes partes do corpo (principalmente em tecidos em que há maior reprodução celular como a pele, sangue, trato digestório), mas o sistema imunológico identifica essas alterações e as destrói.

Com isso fica fácil de entender como surge o câncer: interferência sobre o sistema imunológico. Essa interferência de modo geral é multifatorial, ou seja, são necessários vários fatores externos agindo concomitantemente para desequilibrar a função desse sistema complexo.

Atualmente a presença desses fatores não é rara: alimentação rica em gordura, doces e frituras, tabagismo, alcoolismo, estresse, depressão, sedentarismo, perda de objetivos de vida, falta de crenças, etc...

Com base nessas informações fica fácil saber como prevenir o câncer, assim como as demais doenças crônico-degenerativas: dieta rica em frutas e verduras e pobre em gorduras e açucares, evitar hábitos como o tabagismo e alcoolismo crônico, evitar situações de estresse que com o passar do tempo resultam em depressão, praticar exercícios físicos que produzam satisfação e bem estar (não adianta praticar uma modalidade de esporte que não produz prazer de executá-lo), possuir objetivos de vida, mantendo-se em bem estar com as pessoas que convive, além de cultivar algum tipo de crença.... essas são características de comunidades ao redor do mundo que possuem baixos índices de câncer, assim como doenças cardiovasculares. Essas orientações servem para os cânceres esporádicos que representam à maioria dos casos (até 90% em algumas séries).

Câncer hereditário representa 7-10% de todos os casos de câncer. A prevenção desse tipo de doença é particularizada para cada tipo de neoplasia maligna e requer a identificação das famílias de risco.